domingo, 25 de maio de 2008

Teatro Mágico


Conheci o Teatro Mágico através da Luana. Fiquei atraída pelo ritmo gostoso com as letras bem escritas. A cada música nova que eu conhecia, mais me apaixonava. Sexta-feira teve show deles no Circo Voador. Lá fomos nós. Entrei rapidamente e acabei perdendo as pessoas pintando o rosto. Uma pena. Queria ter pintado o meu. Mas isso não me impediu de pegar um narizinho de palhaço lá dentro.
Havia uma lojinha com os cds, dvds, livro, adesivo, camisetas da banda. Comprei um cd com 18 músicas por 5 reais. Isso mesmo, cinco reais!!
Os artistas, todos com o rosto pintado. Já no início, Fernando Anitelli, cantor e compositor de praticamente todas as belíssimas músicas, nos avisou de que não se tratava de um show, mas de um encontro em que pessoas especiais podiam celebrar a vida. Um sarau. Só um show com aquelas músicas já seria ótimo. Mas não. Havia declamação de poemas. Havia espetáculo de palhaço, malabaristas, mímicos. Havia o envolvimento da multidão, absorvida até demais. O público cantava, vibrava, declamava em voz alta os poemas junto com Fernando.
No fim, ele anunciou que todas suas músicas estavam disponíveis na internet, que ele afirmava ser o único meio democrático atualmente. E que também havia cds à venda na lojinha. Mas recomendou: "Se não tiverem dinheiro aqui, pirateiem sem culpa!"
Taí uma galera que sabe usar as tecnologias digitais pra promover um encontro do lado mais humano dos humanos. Lindo demais!

5 comentários:

Sem Nome disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Jéssy disse...

hilario esse comentario de cima,, hahahha..
arrazando em Lian rs rs
..

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Sem Nome disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Sem Nome disse...

Bom, peço desculpas pelas mensagens,vi que não deve ter gostado.E vi que deixaram uma mensagem bem parecida com a minha no teu orkut,mas não fui eu não hein,apesar dele ter usado quase os mesmos comentários.Bom, desculpe mais uma vez a invasão, e os comentários, não eram pra ofender nem vulgarizar nada.Até mais.