segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Entrelinhas

Estávamos no meio de uma partida de buraco quando falei da minha vontade.

- Ah, não. Não vou te levar a sério, porque depois eu fico toda empolgada e me frustro.

- Acho que hoje é diferente. É pra valer. Mas é claro que existem condições.

- ?

- Isso mesmo.

- Isso que estou pensando?

- Exatamente o que você está pensando.

- Fale o que é, porque não sei se estou pensando certo.

- Está certíssima, é isso mesmo.

E novamente essa lacuna irrompeu em minha vida, desta vez interrompendo uma partida de buraco. Porque o buraco é bem mais embaixo.

8 comentários:

Flavia Prazeres disse...

INCRIIIVELL
iSSO POR EXEMPLO JA E UM PUTA CURTA METRAGEM... =))))

Julia Lemos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Julia Lemos disse...

O buraco é bem onde deve ser!

Sotnas disse...

Olá Lian, desejo que tudo esteja bem contigo!
Belíssimo texto, já estava com saudades de ler teus escritos, gosto deveras deste teu estilo! É algo que impressiona, quando temos certeza e duvidamos, e o amor provoca sentimentos parecidos, sabemos, mas não nos basta saber, é necessário que outro confirme. Como nos desenhos animados, o sujeito sabe que tem um buraco a frente e pula sobre ele, em segurança do outro lado não se conforma e retorna pra conferir se tem o buraco mesmo, e, acaba dentro dele! Eu também gosto de ter a confirmação de outro que não eu mesmo, algo que certamente já sei, Nem imagino o motivo!
Lia desejo a você e todos ao redor iluminada felicidade, obrigado pela amizade, abraços e até mais! Seu espaço continua agradável!

Sotnas disse...

OPS. Esqueci uma letra no seu nome
o certo é Lian desejo...

Alice in Wonderland disse...

Por isso que eu adoro ler você! Amei o texto, essa sua arte de transformar pequenos diálogos e instantes da vida numa verdadeira reflexão e reconhecimento da amizade e da vida.
Bjo, saudade!

Maria Cristina disse...

Acho que mereço uma cartinha de tecla sap hunf... kkkk

Mr. G disse...

o buraco sempre é mais em baixo!!! bjs!