segunda-feira, 30 de maio de 2011

Sapatos


Ela é uma dessas pessoas de extraordinária delicadeza. Hoje me escreveu um e-mail oferecendo seus sapatos. Havia sonhado que as sapatilhas que eu usava feriam meus pés.

Às vezes ferem. Às vezes o que me salva são essas pessoas que calçam meu número. Ou que me oferecem seus sapatos, mesmo que largos. Como já me aconteceu na rua com um estranho, havaianas número 43, quando as minhas arrebentaram.

O que me salva é o amor, mesmo quando escolho andar descalça.

2 comentários:

Alice in Wonderland disse...

Ai que lindo! Adorei!
Lembrei daquela velha música:
"talvez eu seja simplesmente
como um sapato velho
mas ainda sirvo se você quiser
basta você me calçar
que eu aqueço o frio dos seus pés"
Vou postar pra você no seu mural do FB.

Alan Velloso disse...

Lembro do senhor que te ofereceu a sandalia 43...vc tava vindo aqui pra casa. Meus calçados são todos seus..certo?