domingo, 19 de dezembro de 2010

Rede de proteção

Tenho amigos que são minha rede de proteção. Eu me atiro em minha loucura e eles seguram para que eu não caia do precipício. São poucos, pouquíssimos. E já são tantos, visto que amigos desses são coisa rara.

São aqueles que me adotam quando eu preciso de cuidados. Que me escutam chorar sem a ansiedade de me fazer rir. Sem o didatismo de quem não entende uma dor real.

Tenho amigos que não temem meus abismos. Eles convivem com os monstros que desenterro. Conversam com eles. Escutam.

Tenho amigos que não são amigos. São anjos e fadas. Que foram jogados no meu caminho para auxiliar a caminhada.

2 comentários:

Alice in Wonderland disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alice in Wonderland disse...

O bom é que entre a sua e a nossa(rede) não há emaranhados de teia. Nos ajustamos harmoniosamente pra que ninguém caia, nem nós e nem você. De repente, já temos asas. Fadas, anjos, amigos guardiões... nós, os amigos, os parceiros, os que se amam pra valer!
Obrigada por sua amizade... Paz e Luz! Feliz natal!!!!