quarta-feira, 30 de março de 2011

Manual de instruções - parte 1

- Se cruzar comigo na rua, primeiro me chame pelo nome, espere eu olhar e só então se aproxime. E, principalmente, NUNCA encoste em mim sem que eu te reconheça antes.

- Se ligar três vezes na mesma semana e eu não atender nem retornar, tente no ano seguinte.

- Se eu estiver de mau humor, me dê um chocolate e aguarde cinco minutos.

- Não importa o quão bom você seja em determinado jogo, nunca facilite para mim.

7 comentários:

Julia Lemos disse...

hahahaha!!! que ótimo!!! espero que esse post te livre de muitos desprazeres! Vou tentar fazer um manual pra mim também!

Erika Lettry disse...

Rs...Fica a dica..hehee. Vou fazer um desse tb..rs.

Alice in Wonderland disse...

Que legal, adorei! Todos deveriam ter um manual de instrução, o problema é que o brasileiro não está acostumado a ler manuais de instrução. rs Beijo!!!

Ana disse...

Adorei... Tudo seria bem mais fácil se todos viessem acompanhados de um manual.

Daniel Borges disse...

kkkk, ótimo Lian, se já soubesse...

bjuss

Maria Cristina disse...

Nossa, uma direta para muitos chatos de plantão, né?! Se eles tivessem visto a cena mais chocante da minha vida, já saberiam da instrução número 1. kkk

Tb vou fazer um pra mim e incluir: não molhar meu pé e nem por a mão na minha cabeça rs

bjoosss

maria de Lourdes disse...

Pena Lian que vc pense e estabeleça um paradigma assim...
Ao contrário de vc, gosto do inesperado, amo saltar do rochedo rumo às aguas (de qualquer lugar). Amo se me tapam os olhos e, no susto, entre me desvencilhar e descobrir quem é, tenho certeza de um amigo que chega e quer fazer surpresa. Me deleita não saber o que esperar, e, que as pessoas não tenham manual.
Maria de Lourdes.