terça-feira, 5 de outubro de 2010

Quando tudo dá errado


Já há alguns anos, quando cursávamos faculdade, minha amiga Júlia dizia: "Se tudo der errado na minha vida, abro uma lojinha de artesanato em Pirenópolis". E eu emendava: "E eu compro uma cachoeira lá e fico cobrando entrada e camping". Depois teve a fase em que visitamos a USP e assistimos a uma aula de filosofia que adoramos. Então ela passou a dizer: "Se tudo der errado na minha vida, vou fazer mestrado com o Fulano". Hoje ela faz doutorado na USP e adivinhem quem é seu orientador?

Ultimamente tenho feito mil planos para meu "se tudo der errado": viver em comunidade alternativa, colocar um mochilão nas costas, ser designer de jóias, virar artista plástica e abrir um ateliê em Búzios, ser estilista de moda infantil, ir pra Capadócia, pra Oceania, ser uma gorda bonita, falar de energias, comer rezar e amar, etc. e etc..

Ontem concluí: Já deu tudo errado. E agora? Chutei o balde e desisti de dar certo. Acordei tarde e tagarelando ao telefone com minha voz rouca que há dias tentava poupar, comi o que devia e o que não devia, inutilizei minha tarde, fui dispensada de minha responsabilidade à noite, brinquei como criança, coloquei a mão inteira dentro da boca, vi minha amiga em um fim de dia cinematográfico, fiquei pirando na pantera com meu amigo até quatro da manhã, dormi no sofá, matei aula, comi comida na minha própria casa.

E de repente dar errado está dando certo.

7 comentários:

Alice in Wonderland disse...

Depende do ponto de vista, diz a boa língua do povo. Dar errado, dar certo, tudo faz parte. Não há o que é ruim e o que é bom. É preciso que dê errado, pra que a gente possa fazer diferente. É preciso que dê certo, pra valer o esforço. É como ganhar e perder num jogo. O tipo da coisa que a gente custa aprender: o importante é participar! A regra não está em ganhar ou perder, mas simplesmente aproveitar a vida! Te adoro, linda! beijos e só coisa boa pra você!

Erika Lettry disse...

Acho que vou te imitar. Se não posso ter um ano "sabático", terei um dia!..hehe. Beijos!

Gian Fabra disse...

tudo é menos do que a gente espera, tudo é mais do que a gente precisa,

quando a gente se acostuma com a gente, o resto não importa.

adorei o texto.
bjs

Julia Lemos disse...

O engraçado é que o que planejamos pra alternativa do "dar errado" é tudo que existe de mais legal! na verdade dar errado é o mesmo que dar certo! O problema é que falamos de um referencial do status quo social, que sempre tem uma regra sobre o que é "dar certo": ter uma profissão que renda muita grana. E de repente damos certo simplesmente pq buscamos o que nos faz feliz e que foge ao que dita o senso comum e limitado. "Dar certo" é ser feliz na nossa verdade!

Bruna Santana Oliveira disse...

Uau!! Mais do que fantástico!!
Beijos!

B.

mahh disse...

Concordo com a Júlia.. ja eu e minha melhor amiga pensávamos q se tudo desse errado seríamos gogo dancers em Las Vegas hahahah.. dos melhores o pior, de acordo com o social :9

Miguel disse...

caraca guria vc simplesmente envolve com as palavras, nossa vc é muito boa com isso e adorei a cara do sei blog parabens